quarta-feira, 6 de agosto de 2014

noite nº 15

faltam teus dedos
nos meus pelos.
faltam teus pelos
         entre minhas pernas
         dentro da madrugada
         emaranhando-se nos meus cabelos.

falta tua gota
na minha língua.
faltam teus dentes
na minha carne:
rasgando
         – selvagem.