quinta-feira, 2 de agosto de 2012

assopro

O vento que assopra no quintal
e faz assovio entrando nos ouvidos
e na pele o arrepio
e na barriga, borboletas
na mente faz vazio
calafrios.
Tu cheirando meu cangote.

2 comentários:

  1. assopro pra mim já foi código secreto, esse post me traduziu um pouco

    ResponderExcluir
  2. vc sempre me deixa de sorriso aberto...

    ResponderExcluir

vírgula